23 de dez de 2016

Oração do dia: 23/12

Clame pelas mulheres de culturas e religiões que as proíbem de ouvir abertamente sobre o amor de Deus e a esperança que podem ter em Jesus Cristo. Muitas escutam corajosamente os programas de rádio em suas casas para aprenderem mais sobre Jesus.

Um comentário:

  1. Olá, eu Raquel Anderson, apresento a oração de hoje. No final do livro de Efésios, o apóstolo Paulo nos apresenta uma guerra da qual todo cristão participa. Não é uma batalha contra seres humanos; é uma batalha a ser travada nas “regiões celestes”, contra “poderes, autoridades, dominadores e forças espirituais”. Ao redor do mundo milhares de mulheres cristãs estão presas pelo simples fato de crerem em Jesus; uma mulher presa sente-se sozinha, amedrontada, pois teme levar surras e ser estuprada. Muitas delas são abandonadas por sua família e estão presas devido a falsas acusações dos próprios parentes. Nas comunidades muçulmanas, ser testemunha de Cristo pode ainda ser mais difícil e perigoso; pois além de serem vítimas de acusações falsas elas podem até ser assassinadas por sua fé, pois estão desonrando suas famílias. A luta dessas irmãs não é apenas delas, nós como membros do mesmo Corpo, devemos assumir que ela é nossa também. A nós cabe sustenta-los com nossas orações, para que as forças espirituais contra as quais lutamos não encontrem ocasião para semear dúvida e desânimo em seus corações. Você está convidada a entrar conosco nesta batalha, a fechar seus olhos e a orar comigo: “Senhor, como é maravilhoso vivermos em um país onde podemos expressar nossa fé em Jesus livremente, sem qualquer perseguição; coloca em nosso coração a responsabilidade de orar por nossas irmãs que são perseguidas por sua fé. Oramos pelas Mulheres de culturas e religiões que as proíbem de ouvir abertamente sobre o amor de Deus e a esperança que podem ter em Jesus Cristo. Muitas escutam corajosamente os programas de rádio em suas casas para aprenderem mais sobre Jesus. Renova e fortalece a esperança em seus corações, supre as suas necessidades e protege cada uma de seus familiares. Em nome de Jesus”. Eu, Raquel Anderson, louvo a Deus por suas orações.

    ResponderExcluir