7 de mar de 2017

Oração do dia: 07/03

Ore por mulheres que trabalham corajosamente nas organizações com líderes locais e mundiais para oferecerem a esperança e um futuro melhor às vítimas de escravidão, exploração sexual e outras formas violentas de opressão.

Um comentário:

  1. Olá, aqui é a Susie Pek e apresento a oração de hoje. Para muitos a palavra escravidão refere-se a um tempo distante na história, no entanto é muito triste saber que nos dias atuais a escravidão ainda faz parte da vida de milhares de pessoas ao redor do mundo. Esse é um problema enfrentado em nosso próprio país. A Amazônia lidera a triste estatística de escravidão no Brasil. De acordo com dados divulgados pela Organização Internacional do Trabalho (OIT) de 1995 a 2015, os dez municípios com maior número de casos de trabalho escravo do Brasil estão na região, sendo oito deles no Pará. Sabemos que além da escravidão o mundo ainda lida com exploração sexual e formas violentas de opressão. No entanto, somos gratas a Deus que tem ouvido as nossas orações e levantado pessoas para reverterem essa situação. Você também pode fazer parte dessa história ao orar conosco. Você me acompanha agora? “Senhor, nossos corações se entristecem profundamente ao tomarmos conhecimento de que a escravidão ainda existe no Brasil e no mundo. Quando pensamos nisso, na exploração sexual de tantas meninas inocentes e na opressão a que tantas mulheres são submetidas somos tentadas a ficar desesperançadas, no entanto fazemos o mesmo que o salmista e voltamos os nossos olhos para o Senhor assim como os servos voltam os olhos aos seus mestres esperando o teu agir e a tua misericórdia. Somos gratas pelas mulheres que têm lutado corajosamente contra esses atos em organizações com líderes locais e mundiais, e, pedimos que o Senhor as fortaleça, proteja e use para levar conforto, esperança e mudança de vida às essas vítimas. É no nome precioso de Jesus que clamamos. Eu, Susie Pek, considero uma honra orar com você.
    Fonte: http://radioagencianacional.ebc.com.br/direitos-humanos/audio/2017-01/trabalho-escravo-em-area-urbana-cresce-no-brasil

    ResponderExcluir