22 de abr de 2016

Oração do dia: 22/04

Continue a orar pelo avanço espiritual nos sistemas religiosos e tradicionais no país, por um discipulado eficaz de novos convertidos e formação bíblica sólida e espiritual para a liderança das igrejas cubanas.  Glória a Deus, pois a liberdade de religião continua a aumentar em Cuba e contribui para o crescimento das igrejas evangélicas.

Um comentário:

  1. Olá, eu Juliana Taveira, apresento a oração de hoje. Em 1959 após a Revolução, Cuba se tornou oficialmente um estado ateu e a prática religiosa era restrita. Nos tres anos seguintes, a grande maioria dos religiosos, padres católicos e ministros protestantes deixaram a ilha cubana e foram para os Estados Unidos. As relações entre o governo e as congregações foram tensas, o novo governo cubano era muito restrito e suspeitava de operações da igreja, culpando-os de colaboração com o governo dos Estados Unidos. Hoje a religião em Cuba reflete a cultura do povo. Uma crença comum é a Santeira, que tem raízes na África e se assemelha muito com a umbanda aqui do Brasil, que interpreta os santos católicos com as divindades dos cultos africanas. Desde 1992, as restrições religiosas estão mais brandas, embora a igreja ainda enfrente dificuldades de fazer comunicações escritas e eletrônicas. Você pode imaginar viver sem poder adorar e ouvir a Palavra de Deus? Sem poder demostrar sua fé? Vamos orar. “Senhor, como é maravilhoso ver o seu agir quebrando barreiras e com fé clamamos pelos novos convertidos em Cuba. Que eles possam participar de discipulados e construirem uma sólida formação biblica e espiritual. Oramos pelas lideranças cristãs, que elas possam estar espiritualmente alicerçadas no evangelho de Cristo. Glórias damos ao Seu nome, pois a liberdade religiosa continua a aumentar em Cuba. Oramos para que o avanço espiritual nos sistemas religiosos e tradicionais do país continuem a se desenvolver. Traz Senhor ao povo cubano a verdadeira paz que encontarmos em Ti, pois clamamos em nome de Jesus.” Eu, Juliana Taveira, conto com suas orações.

    ResponderExcluir