16 de jul de 2016

Oração do dia: 16/07

            Muitas famílias jovens deixaram suas fazendas para encontrar empregos nas cidades, melhorar suas vidas e prover comida e educação aos seus filhos. Ore pelas crianças que ficam com seus avós, outros parentes ou a sós. Esta separação muitas vezes traz problemas psicológicos. Estima-se que 60 milhões de crianças vivem no campo separados de seus pais.

Um comentário:

  1. Olá, aqui é a Susie Pek e apresento a oração de hoje. Após décadas de uma política que restringia o número de filhos por família, a China enfrenta uma séria crise demográfica, agravada pelo envelhecimento populacional. Muitas famílias jovens deixam suas fazendas para encontrar empregos nas cidades em busca de melhores condições. Acabam deixando para trás seus filhos aos cuidados de avós e tios. Estima-se que 60 milhões de crianças vivem nos campos separados de seus pais. Esta separação, ainda que temporária, tem contribuído e muito para a fragmentação das famílias, além de trazer problemas psicológicos para estas crianças. Essa massa de imigrantes sofre todo tipo de discriminação. Muitos deles não tem estudo, tem dificuldades em se adaptar por não conhecerem o sistema de vida nas cidades e a chance de conseguirem um trabalho digno é muito pequena. Por outro lado a família que ficou também sofre com a separação, além do que, em muitos casos, a tão sonhada ajuda financeira nunca vai chegar. Queridas ouvintes, quantas de vocês já não ouviram de seus avós ou pais a história de seus antepassados e como foi difícil quando os primeiros imigrantes chegaram ao Brasil? O tempo passa, mas história sempre se repete, vamos orar? “Senhor, oramos agora em favor das famílias chinesas divididas e pelas crianças que ficaram com seus avós, outros parentes ou sozinhas. Oramos para que os cristãos nesse país ofereçam amizade, ajuda e que eles compartilhem sempre a mensagem de salvação e esperança que podemos alcançar através de Cristo Jesus. Traz a essas famílias um novo recomeço, pois em nome de Jesus oramos”. Eu, Susie Pek, considero uma honra orar com você.

    ResponderExcluir