10 de dez de 2015

Oração do Dia: 10/12

Ore pelos 967.000 de refugiados somalianos em sua grande maioria no Quênia, Etiópia e Iêmen ouvirem nos programas da RTM/PA na língua somali que Jesus Cristo as ama e deseja que tenham dignidade e que sejam libertas das práticas nocivas culturais.  

Um comentário:

  1. Olá, aqui é a Susie Pek e apresento a oração de hoje. Sua oração, ao lado da minha e de tantos intercessores do Projeto Ana, será uma palavra de esperança para mulheres isoladas. Será em favor daquelas que se sentem absolutamente sós, presas atrás de muralhas de rejeição, indignidade, abuso e escuridão espiritual. Quem se importa com os sentimentos delas? Nós nos importamos, porque Jesus se importa! Elas precisam saber que com ele, Deus Emanuel, elas jamais estarão sozinhas! Por isso vamos orar pelas mulheres que vivem em cativeiro e escuridão de religiões falsas, ocultismo e práticas culturais abusivas. Que elas escutem e entendam a diferença de servir e ser amadas por Jesus Cristo. A palavra de Deus diz que Ele nos amou primeiro! E entregou sua vida para que nós tivéssemos vida em abundância! É através de Cristo que temos acesso ao Pai. Então, ore junto comigo. “Senhor Deus, Pai de Jesus Cristo, obrigada pelo seu amor incondicional. Obrigada por sentenciar que mulheres, homens, jovens ou crianças são igualmente amados pelo Senhor. Isso aprendemos quando Jesus esteve entre nós e tratou as mulheres com o mesmo respeito que tratou os homens e crianças. Obrigada por esclarecer e devolver a dignidade roubada de cada mulher! Oramos agora em favor dos 967 mil refugiados somalianos que vivem no Quênia, Etiópia e Iêmen. Muitos vivem uma realidade de abusos, medo, desespero e perseguição. Estão acorrentados ao legalismo de suas comunidades. Oramos para que eles tenham acesso aos programas de rádio do Projeto Ana na língua somali que levam a mensagem libertadora de Jesus. Oramos para que tenham a oportunidade de conhecerem o Seu amor incondicional e recebam esperança e cura em suas vidas. Assim clamamos, em nome de Jesus”. Eu, Susie Pek, considero uma honra orar com você.

    ResponderExcluir