12 de ago de 2015

Oração do Dia: 12/08

Ore pelas mulheres e meninas que foram vendidas como prostitutas pelos familiares para encontrarem como fugir dessa situação. (Salmos 12.5).

Um comentário:

  1. Olá, aqui é Juliana Taveira e apresento a oração de hoje. “Imagine um contingente de 10 milhões de pessoas. Muita gente, não é? Se essa turma toda trabalhasse para o bem, teríamos uma força tarefa muito produtiva. Infelizmente, não é esse o caso. Sabemos que cerca de 10 milhões de crianças são usadas como prostitutas. Isso parte o nosso coração. Crianças são indefesas e, a princípio, acreditam que os adultos lhes fazem bem. Mas, iniciar uma criança na vida de prostituição, eu pergunto, tem algum bem nisso? Na verdade, é mais do que abuso, é covardia, é maldade. Crianças foram feitas para serem crianças, brincarem e se desenvolverem com dignidade. Peço que você interceda durante todo o dia de hoje em favor das crianças. Ore para que não caiam nas mãos de malfeitores. Ore por culturas que obrigam as crianças a tornarem-se mulheres entre nove e dez anos. Ore por proteção das meninas. Por favor, acompanhe-me em oração agora: “Senhor, no dia de hoje lhe rogamos em favor das crianças espalhadas no mundo que têm sua infância roubada. Saber que 10 milhões de meninas no mundo todo, são usadas como prostitutas e que são forçadas a servir de 10 homens por dia, parte o nosso coração. Clamamos para que essas jovenzinhas tenham um lugar seguro para receber cura, para viverem seguramente e aprender sobre o amor que o Senhor tem por elas. Projeta e capacite as mulheres que trabalham para resgatar cada uma dessas crianças. Oramos também pelas mulheres que são vendidas como prostitutas por seus próprios familiares. Levantamos esse clamor com fé e firmados na sua palavra de Provérbios 31.8 que diz: "Erga a voz em favor dos que não podem defender-se, seja o defensor de todos os desamparados”. Seja o defensor delas e levante pessoas para protegê-las também. Que elas encontrem uma forma de fugir e escapar dessa vida de abusos. Em nome de Jesus oramos”. Eu, Juliana Taveira, conto com suas orações.

    ResponderExcluir